quinta-feira, 24 de agosto de 2017

AMOR SEM ENDEREÇO



 
 
 
Eu tenho um amor,
que mia em me pedir amor
e me dá amor em miar...
Amor não tem endereço certo,
apenas nos amamos e pronto...
Miau.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

SOLO



Somente...
Solo.
Somente amor!
A espera de um milagre...
Solo.
Amém a todos dos Anjos.
Sola mente Solo,
amor e sonhos...
Solo te espero,
solo te desejo...
Amor,
vem solo a mim...
pois solo serei seu,
Solon acredite e ouse...
Solo seu solo me.

domingo, 30 de julho de 2017

INSPIRAÇÃO


XANADU  - OLIVIA NEWTON JOHN


O que eu busco:
 -Inspiração!
O que me move:
 -Inspiração.
O que importa?
O fim de tudo!
Transparente,
bem e vivido até sem bens...
Registrar em escritos.
Sem direção certa,
apenas movimento.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

XANADU

Olivia Newton John


"Kubla Kahn construiu em Xanadu cúpula majestosa onde o rio sagrado beijava cavernas suntuosas...
E um mar sem sol onde os sonhos e desejos se realizavam.

terça-feira, 4 de julho de 2017

GATA PRETA ENVENENADA



E ela veio em forma de gata, gata preta rejeitada, 
caiu nos braços de Orfeu, onde foi amada e respeitada,
tantos anos de conversas , veio ao encontro do amor e laços
de amizade e liberdade.
  Sem cobranças apenas o amor amizade ....
 Partiu por um monstro assassino para a morte!
E uma das suas crias linda idem...
Que tinha um ar de Guaxinim.
Envenenadas  sem piedade!
 Deixamos aqui o fim  do algoz ser,
deixe seu desejo de castigo!
Independente de quem seja...
Pois é um Ogro sem clemência e onde  nunca terá.


domingo, 2 de julho de 2017

O CANTO DAS LETRAS - 2000

O CANTO DAS LETRAS- NA ÍNTEGRA. / 1983 A 2000

INTRODUÇÃO -

(Poemas escritos de 1983 a 2000 )
Cada entusiasmo poético que tive,
estava num estado de hipersensibilidade e graça.
E o grande mérito deste trabalho sincero, foi captar as
emoções que às poesias transmitiram aos meus amigos,
familiares e até em pessoas que eu não tinha tanto conhecimento.
Emoções como: um leve sorriso,um brilho no olhar,
lágrimas sinceras ou até risos.
Através destas atingi o meu objetivo, que era, e ainda é, fazer as pessoas
aflorarem mais os seus sentimentos positivos (vivos ou adormecidos).
Tenho certeza que cada poesia vai servir como uma chave, e esta abrirá
cada porta diferenciada que existe dentro do coração de cada leitor, e cada
porta aberta receberá a mensagem certa, na época certa. Fazendo refletirem
a cada tema, e consequentemente cada sentimento que vive latente ou inerte dentro
de cada ser.

 Mário Amâncio Azevedo

Boa Leitura!
POESIA TODO DIA
 Biografia

Nascido na cidade de São Caetano do Sul, São Paulo, em 14 de agosto de 1964, o poeta e escritor Mário Amâncio Azevedo ainda criança já se interessava por artes em geral. Exerceu diversas profissões no decorrer da vida, mas sua principal ocupação foi a gastronomia, outra arte de seu interesse. Mas foi com a poesia que se encontrou e iniciou suas primeiras linhas como escritor. A conselho de amigos foi reunindo suas inspirações poéticas. Mudou-se para o Sul do país, precisamente Santa Catarina, onde divulgou seu primeiro trabalho, “O Canto das Letras” ( Editora Scortecci). Lá concedeu entrevistas para os dois maiores jornais do Estado , A Noticia e Diário Catarinense; participou de dois programas de TV, em São Paulo,um no programa na Eco TV, canal digital, para divulgação de seu trabalho virtual, outro na TV local de São Caetano do Sul, onde divulgou numa entrevista em tempo real com o telespectadores lhe questionando seu primeiro livro editado .Filiou-se ao espaço cultural virtual “Recanto das Letras” onde somando suas visitas ao atual blog e Google + chegou a uma marca de 200 mil visitas do Brasil e exterior. Ainda no Sul do país instalou- se em uma cidade de mar e matas verdejantes, de céu límpido e de alegres turistas. Era tudo que o poeta necessitava para compor extensos e apaixonantes poemas. Após quatro anos e oito meses, de volta ao Estado de São Paulo foi convidado para trabalhar em uma casa noturna em sua cidade natal. Em São Paulo mudou seu foco literário vindo a escrever contos e crônicas. De estilo leve, sua prosa fala do cotidiano paulistano retratando com muita propriedade o estilo de vida urbano.Em 2013 participou de uma coletânea com vários escritores do Brasil no projeto "PALAVRA É ARTE", onde recebeu uma menção honrosa pela forma de dar vida aos personagens, como no conto: Eu ,Mike e minha vida de cão.

EM JUNHO DE 2015 é editado o livro : "CONTOS CURIOSOS"

EDITORA MULTIFOCO
MEUS LIVROS DE POESIA ESTÃO NO:
Cantora:Bacellar
www.clubedeautores.com.br 



terça-feira, 27 de junho de 2017

LUA CHEIA



Nem tudo esta perdido,
o sangue de Eva derramado...
Ferveu até a pele fria das serpentes!
Muitos Cristos, 
Gandhi, Mandela,Chico,Dalai Lama
 irão de vir e se manifestar.
O amor vence!
E vence até no fenecer,
mudando até os mais avisados
ou desavisados...
Basta apenas ter
um bom coração e uma lua cheia!

domingo, 25 de junho de 2017

O MUNDO SEM COR


Quando ver o mundo em preto e branco 
olhe atrás de si mesmo e resgate
suas cores.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

OLIVIA NEWTON JOHN E SUA LUTA




Olivia Newton Jonh foi e sempre será uma das cantoras| atrizes mais querida de uma geração;ao longo da carreira atravessou impasses em sua vida toda, mas sempre manteve três itens básicos para manter "o sucesso", e estar em meio ao mundo artístico bem vinda e respeitada, que são: O carisma, simplicidade e profissionalismo...Além, de saber sorrir como ninguém em todas fases da vida.
Provável ser a estrela que mais posou em meio aos fans do mundo todo e que mais gravou duetos com artistas de renome. Olivia além de ter brilho pessoal tem  algo a mais que encanta! Não é apenas mais uma personalidade que tem um rosto perfeito e é simpática! É um ser  espirituoso e de boa alma.
Atualmente enfrenta mais uma dor pessoal, onde tem pessoas que não respeitam essa particularidade e momento difícil ; mas existem pessoas  nos quatro cantos do  mundo que  desejam ela no palco e no cinema, pois é receita certa a felicidade de quem a acompanha  em seus concertos, filmes e entrevistas.Queremos Oliva no Mamma Mia 2, um papel que seria perfeito a ela.
De uma carreira de múltiplas faces e de mudanças radicais Olivia se manteve intacta a muitas dificuldades   da vida.Quem é fan e amigo intimo sabe; simplesmente Olivia forever no mundo físico e nos corações dos fans.
"Olivia ,Força sempre em nos presentear com tanto talento, positivismo e amor ao mundo, onde  tanto nos ensinou  a cuidar e proteger o meio ambiente'.

Eco 92


sábado, 17 de junho de 2017

O RICO POBRE

O sol estava brilhando como nunca naquela manha de verão,as pessoas desejosas  entravam na lanchonete para degustar da melhor esfiha da região.Quando o pico de  movimento  passou, Ricardo começou a observar os transeuntes com suas roupas coloridas de verão e os belos carros na avenida.
Ricardo não gostava de trabalhar durante o dia, até não raciocinava bem por ser noturno, somente depois da 14:00 horas e que pegava no tranco.Naquele dia deu um fora com uma cliente,um dos maiores de todos em sua vida de comerciante.Uma mulher obesa  entrou e fez seu pedido de esfiha,  quando pediu o refrigerante, Ricardo pergunta se é diet. A  mulher diz em tom alto e claro, N-Ã-O!...é normal.Ricardo não sabia onde enfia a cara, pois na mente dele, por ela ser obesa  deveria tomar um diet, maior alivio quando está vai embora, após ter devorado quatro esfihas, dois salgados e dois refrigerantes.
Após a saída da excelente cliente,  na frente do estabelecimento pra um  carro incomum,de cor preta, quatro portas, vidro fumê.Era a primeira Brasser  que Ricardo via na vida. Dele desce um homem 
com um óculos escuros , de andar firme e duro...Entra na humilde lanchonete, pois lá não tinha luxo algum, senta... Da um seco bom dia, e pergunta por um dos sócios.Sua voz era petulante e afetada.Carregava um micro celular, foi outro aparelho incomum, pois na época todos tinham o celular tijolão, suas correntes eram douradas e bem grossas .Mostrava ser um homem de posses, porém sua presença e jeito incomodou profundamente Ricardo.
Quando este perguntou por um dos sócios, Ricardo disse que ele devia estar comendo camarão na praia, pois era folga dele.Este fez novamente uma feição de afetado.
Ricardo anotou o pedido e de soslaio ficava observando a figuraça, pensou consigo mesmo,esse fulano já foi pobre, pois esse comportamento e de emergente. e até  o final ele vai dar um sinal do que estou analisando.Após  meia hora o bonitão pede a conta, Ricardo soma e lhe entrega.
Nisso o homem olha a conta, vira a cabeça e olha no painel os preços, ai tira do bolso duas notas
todas amassadas. Ricardo nesse momento sente seus olhos brilharem, o sorriso vem naturalmente.
O homem percebe na hora a feição de Ricardo e o que ele estava pensando a respeito da cena.
Nisso foi embora sem graça e nunca mais Ricardo o viu.

Educação vem de berço; quem  foi criado como  rico foi ensinado a ser humilde e não soberbo.    Guarda seu dinheiro corretamente numa carteira e outros, educação de fato vem de berço.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

A LUA E O SER ERRANTE



A lua cheia era tão grande, mas tão grande...
Que o andarilho errante no meio da rua sentiu que 
ela ia o engolir.
Cada passo que dava o sorriso da dama da noite
ia aumentando e já embriagado da beleza e luz
delirava e quase uivava na noite sem fim.
E quando próximo a ribanceira onde o ângulo de visão
o deixava cara a cara com a lua; 
ele num sorriso a engoliu
na queda sem fim morro abaixo
 do Morro Santa Teresinha...
Hoje, não se sabe se vive na Terra ou
 se tornou um ser lunar lunático.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

YOU


YOU

Você fica bem enfeitado com todas as cores.
pode estar de xadrez, cores berrantes ou pasteis...
Você fica  bem em todos personagens, pois
brilho se nasce e não se compra ou rouba.

Você sorrindo, sereno ou até sério...
Lindo e enigmático!
De manhã ao longe da orla se vê a luz,
nas noites enluaradas também.
Uma vela acesso na escuridão de um solitário coração

Você nem precisa esforçar seu ser único 
 para agradar aos olhos de quem o admira,
 Afinal tens seus talentos.

Você,
você...
Você!
Quem é mesmo você?
Não importa!
Viva e faça sempre seu show
ao mundo e a quem aprecia o belo.

Mário Amâncio Azevedo