segunda-feira, 22 de maio de 2017

POEME - SE




"POEME SE"

Não é magnífico!
 Nós somos um par?
Eu aqui finalmente no chão...
Você no meio do ar.

Mandem o lado poético!

Não é um êxtase?
Você não concorda?
Um fica correndo por aí...
Um não consegue se mover.
Onde estão os poetas?

Mandem os poetas!

Logo quando eu havia parado de
 abrir portas,
Reconhecendo finalmente
 que o que eu
 queria era ser eu.
Fazendo minha aparição
novamente com meu
talento habitual,
Certo das minhas falas.
Mas ninguém estava lá.

Você não ama uma farsa?
Minha culpa, eu presumo...
Eu pensei que você desejava o
mesmo que eu,
Desculpe meu querido.
Mas onde estão os poetas?
Devia haver poetas...
Rápido, mandem os poetas!

Que surpresa!
Quem poderia prever
Que eu viria a sentir por você!
O que você sentiu por mim?
Porque somente agora?
Quando eu entendo
Que você se afastou...
Que surpresa!
Que clichê.

Não é magnífico?
 Não é estranho?
Perder o jeito a esta altura
 da minha carreira...
E onde estão os poetas?
Rápido, mandem os poetas.
Não se preocupem: eles estão aqui!
Vivos e imortalizados.
Amém!


Nenhum comentário: